1 de outubro de 2016

Ratter


   Já imaginou que você pode estar sendo observado nesse momento pela webcam do seu notebook ou pela câmera do celular? O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, já pensou nisso, pois recentemente uma foto dele viralizou na internet por nos mostrar que a webcam do seu computador é bloqueada com uma fita adesiva.

   O filme Ratter é exatamente sobre essa ideia, no longa-metragem acompanhamos a protagonista Emma (a Hanna de Pretty Little Liars) através das câmeras de seu notebook, celular e Xbox. Ela é uma garota que cursa pós-graduação e vive sozinha em um apartamento para o qual recém se mudou e está sendo observada por alguém através de seus aparelhos eletrônicos. Toda a visão que temos é a mesma que o stalker que a hackeou tem. É essa a sensação que a narrativa quer que você tenha, como se você fosse a pessoa que está observando Emma.

   Se você gosta de filmes com ações muito rápidas e ritmo frenético, Ratter com certeza não é o mais recomendado. O filme é um suspense lento, vamos acompanhando passo a passo desde o momento em que Emma começa a ser hackeada sem ainda perceber, até o momento onde isso começa a ficar literalmente perigoso e queremos gritar com a tela para ver se a protagonista nos ouve!

   Se for assistir o longa, veja-o preferencialmente no computador, evite cinema (tanto que o filme foi lançado diretamente em DVD e digital nos Estados Unidos) ou tv, pois isso fará a sensação que o filme quer passar mais completa! Vale lembrar que Matt McGorry (de Orange Is The New Black e How To Get Away With Murder) também está no elenco.

   Ratter é um filme com um bom suspense, que vale a pena ser assistido por trazer um estilo de narrativa novo para o cinema e mexer com esse medo recente e tão atual na vida moderna. Muito provavelmente você ficará paranoico com câmeras por alguns dias!

Um comentário:

  1. Alguns dias é pouco! Se eu já era paranoica antes, agora então...

    ResponderExcluir